sábado, 6 de agosto de 2011

Chamada: Coração...


Estava perdido no deserto
Sem um rumo, um destino certo
Eu estava; sozinho...

Guiado pela fé
Eu caminhei
Nem sei por quanto tempo... Andei

Cheguei à babilônia
em meio a um furacão
Terremotos, violência; ilusão
Até que te achei e você... Me deu a mão

Em meio aquele caos
Eu te acompanhei
E graças a você eu me recuperei

Seus olhos me disseram:
Esta tudo bem ...

Agora estamos em fuga
Estamos partindo pra lua
Indo para um planeta fora
Do sistema; solar

Agora estamos em fuga
Estamos partindo para lua
Aonde ninguém possa
Nos; encontrar

Agora estamos em fuga
Estamos partindo em busca
De um lugar de onde a terra
Seja azul

Não temos destino certo
Mas estamos por perto
Se precisar estaremos; em outra dimensão
Chamada: Coração

5 comentários:

  1. O blog está abandonado, jogado ao leo, acabei de postar uma simplória poesia e acho que ninguém vai comentar, primeiro porque muita gente não gosta de mim, mas como nem Deus agradou a todos, estamos ai, segundo porque pouca gente sabe do blog, terceiro quem sabe não tem tempo, quarto quem tem tempo entra e não comenta, quinto o poema acima não é muio bom. Em suma talvez essa seja a última postagem...

    ResponderExcluir
  2. Alê, não diga assim, meu tempo tem sido curto e que sabe eu não seja o único!

    Li seu 'simplório' poema, que toca no âmago do que se é, profundamente mexe com que já estava alicerçado, comove o consciente sano, e nos faz desligar dos olhares para ter um só olhar, aquele tal que nos guiará por caminhos desconhecidos, jamais vistos e não teremos medo pois o único destino que existirá será o do CORAÇÃO...

    Não deixe de expor o que é nosso!

    ResponderExcluir
  3. Indique 3 desenhos, 3 séries de TV e 3 filmes que mais marcaram a sua vida (novos ou antigos),ok? Envie para machadocultural@gmail.com

    ResponderExcluir
  4. Irmão Alexandre, paz e luz no Cristo que nos ilumina os passos, na lâmpada dos orixás que nos resguardam dos pergigos. digo-te: nao pare no meio do caminho, porque encontrou uma pedra! compartilho com voce que lá no meu site e blog pouco se anda, ninguem lá se vai, exceto uma e outra explêndida alma da poetisa Jaynne, da qual contrai uma intensa amizade poética, aforta a pessoa dela que é deveras excelente! encontrei no irmao luz de coração, e irmaos de coração sentem em si mesmos e no outro muito cuidado com as palavras e umj apoio de escritores. penso que o nosso coração realmente convida-nos a repensar as dúvidas que nos cercam dia após dia, e sua bela poesia confirma em verdade que vale a pena viver se gostar de alguém!

    ResponderExcluir

O conteúdo desse blog é protegido!

myfreecopyright.com registered & protected _ Todos os direitos autorais desse blog está protegido sobre a lei nº 9.610/1998. Por isso, se faz necessário a permissão do autor para publicar qualquer tipo de texto/documento em outro site ou blog. Os casos de plágio serão denunciados. A equipe Vinte e duas Letras agredece desde já a compreensão e consciência de todos.